Topo

Principais reservatórios do país tem nível inferior ao de 2001

Principais reservatórios do país tem nível inferior ao de 2001

A falta de chuvas dos últimos meses fez com que o volume de água dos reservatórios das usinas hidrelétricas que operam nas regiões Sudeste e Centro-Oeste atingisse o nível mais baixo desde 2001, ano em que o país foi obrigado a adotar o racionamento de energia. Fontes de abastecimento hídrico das principais usinas geradoras de eletricidade do país, os reservatórios atingiram, segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), 20,93% de sua capacidade máxima. Na mesma data de outubro de 2001, o volume registrado atingia 21,39% do limite máximo.

Há duas semanas, a ONS divulgou uma projeção apontando que, caso a estimativa de chuvas para os próximos dias se confirme, o nível dos reservatórios do Subsistema Sudeste/Centro-Oeste continuará caindo e chegará a apenas 19,9% da capacidade máxima, o mais baixo percentual registrado desde 2000. Nas duas regiões, as chuvas dos últimos dias foram insuficientes para alterar esse quadro. A situação é preocupante também na Região Nordeste. Na média, os reservatórios operavam com apenas 17,5% de sua capacidade máxima.

Para amenizar essa situação critica, a dica é que você comece a incorporar na as rotina algumas atitudes simples, mas que colaboram muito para reduzir o consumo, evitando o desperdício. Confira:

No banho
Uma ducha aberta por 15 minutos consome 135 litros.
Feche a torneira ao se ensaboar e reduza o tempo para 5 minutos: consumo cai para 45 litros

Ao escovar os dentes
5 minutos com a torneira aberta consome 12 litros.
Molhe a escova de dentes e feche a torneira; coloque agua num copo para bochechar. Consumo cai para menos de 1 litro.

Ao lavar a louça
Durante 15 minutos com torneira aberta, consumo é de 117 litros.
Passe o detergente em toda a louça, com a torneira fechada, e enxague toda a louça depois: consumo cai para 20 litros.

Ao lavar a calçada
Durante 20 minutos com mangueira, consumo é de 279 litros.
Use apenas uma vassoura: consumo cai para zero.

Com informações de G1 e Revista Época Negócios

Iveco Brasil
Nenhum comentário

Postar um comentário