Topo

Como superar a crise calculando melhor o valor do frete

Como superar a crise calculando melhor o valor do frete

Bom, meus amigos: nosso papo é caminhão, e caminhão é uma ferramenta de gerar riqueza, prosperidade! Mas, para isso, temos que usar a inteligência que Deus nos deu. E o que devemos fazer quando os fretes, que são regulados pela lei da oferta e procura, diminuem e caem os preços?

Por isso volto a tocar na mesma tecla, de uma das primeiras colunas que escrevi para o blog da Iveco: o cálculo de frete.

Muitos tendem a ceder ao preço da tonelada barata, sem se ater que os custos do caminhão continuarão os mesmos e, uma vez que rodar sem lucro, isso se tornará prejuízo, somando-se ao custo de estrada do motorista. Então, não se engane. O mercado vai pela equação da oferta de fretes e caminhão disponíveis, e podemos usar isso a nosso favor!

Tendo em mente que o importante não é rodar e sim ganhar dinheiro e obter lucro, diga que não há fretes demasiadamente baratos. O embarcador necessita que sua mercadoria seja transportada e o valor pago tende a ser melhor se não houver quem transporte por um preço irreal. Sei que muitos têm prestações e muitas vezes dívidas (que são negociáveis com o banco), mas volto a frisar: melhor uma viagem com lucro, do que três onde mal se pagou o diesel.

Se você tem dúvidas de como fazer as contas deixo o site do meu amigo José Augusto Dantas, com algumas dicas: Lucrei no Frete.

Pros amigos dos leves deixo meus vídeos:

E a tabela Pronta da ABMA: http://caminhoneirosunidos.com.br/?Dados=tabela

Se não tem jeito mesmo, outra opção seria mudar de ramo. E sim isso: é possível, e continuar com caminhão. Essa opção seria o Food Truck, mas é um assunto que abordarei na próxima coluna.

Até a próxima, se Deus assim permitir!

Cristiano Bueno

Cristiano Bueno – Dono do canal vlog8rodas, no Youtube.

 

 

Iveco Brasil