Topo

Dia do Caminhoneiro 2022: Quem vê cara não vê caminhão.

Dia do Caminhoneiro 2022: Quem vê cara não vê caminhão.

Campanha IVECO para o dia do caminhoneiro retrata os estereótipos enfrentados pela classe por meio de histórias reais.

Em 2022 a nossa homenagem para o Dia do Caminhoneiro vai muito além de uma homenagem e carrega também uma importante missão: desconstruir os estereótipos e preconceitos que existem em torno da imagem do caminhoneiro.

Com o mote “Quem vê cara não vê caminhão”, a campanha é composta por uma trilogia de filmes com a participação de caminhoneiros reais, que além de fugirem do padrão esperado pela sociedade, revelam histórias inspiradoras. 

Diariamente, caminhoneiros e caminhoneiras sofrem com rótulos não somente sobre seu comportamento, mas inclusive sobre sua aparência. Quando se fala em caminhoneiro, muitas pessoas têm em mente a imagem de um homem bruto, desleixado, barbudo e irresponsável nas estradas. 

A IVECO é parceira dos caminhoneiros e sabe que cada um deles é único. Cada um deles carrega uma luta, uma superação, um visual e um hobby diferentes. Só o que todos têm em comum é a paixão pelo que fazem. São trabalhadores que enfrentam desafios diários e seguem em frente, com o compromisso de movimentar o país. 

Diante da enorme importância que eles têm para o Brasil, o Dia do Caminhoneiro é celebrado em três datas. A primeira delas, foi no dia 30 de junho, comemorada no estado de São Paulo, conforme a lei estadual nº 5.487. A segunda, é hoje, dia 25 de julho, Dia de São Cristóvão, padroeiro dos caminhoneiros. Por fim, a última é em 16 de setembro, data comemorativa oficial, válida para todo o território nacional, conforme lei de nº 11.927.

Neste ano, nós, da IVECO, vamos comemorar as três datas. Para não deixar passar nenhuma delas em branco, os filmes da campanha serão lançados hoje, dia 30/06, 25/07 e 16/09. Todas as produções têm o mesmo objetivo: demonstrar que caminhoneiro não tem cara, mas é uma profissão que está no sangue e no coração. 

Confira o vídeo teaser da campanha abaixo!

O segundo filme da nossa campanha está no ar! Continue lendo para conferir e saber mais dessa história cheia de fé e esperança!

  • Capítulo #2: PÉ NA ESTRADA, FÉ NA VIDA.
    Os caminhos de esperança na vida dos caminhoneiros?.

Um homem de milagres, imparável, e com muito amor pelo que faz, este é Fábio Ramos, caminhoneiro e cantor de 34 anos. 

Quem vê o Fábio hoje, rodando o Brasil de norte a sul enquanto transporta matérias-primas e grãos, não imagina que ele teve paralisia infantil até os 10 anos de idade e chegou a perder a visão por um período, pouco antes de realizar o sonho de trabalhar nas estradas.

Dividindo o tempo entre a estrada e a música, ele conta que a surpresa é sempre grande nos eventos em que ele se apresenta como caminhoneiro. 

Para ver o filme #2 e conhecer a história de Fábio, clique no vídeo abaixo:

Para a sociedade em geral, caminhoneiro tem que ser barbudo, desleixado e barrigudo. Quando chego em um evento, e falo que sou caminhoneiro, falam que não parece, que não tenho estilo de caminhoneiro. Como se eu tivesse que ser malcuidado para ser caminhoneiro! As pessoas rotulam isso, mas não estão na estrada para ver. Hoje em dia tem postos de gasolina com estrutura de academia, barbearia, e alguns têm até spa de beleza.
Fábio Ramos

Leia a história completa do Fábio Ramos clicando aqui

  • Capítulo #1: CAMINHÃO, DESAFIOS E FAZER O BEM.
    Estradas que desafiam, conectam e ensinam.

Após um acidente de carro que deixou seu noivo paraplégico, Vivian caiu de paraquedas na profissão de caminhoneira e aprendeu tudo do zero para auxiliar seu companheiro a trabalhar nas estradas. No início, a jovem de 25 anos, que trabalhava no mercado da moda, pensou que não seria capaz, mas acabou encontrando a própria força na boleia. 

Para ver o filme #1 e conhecer a história de Vivian, clique no vídeo abaixo:

Sempre que as pessoas descobrem que sou caminhoneira elas agem com surpresa ou espanto e fazem muitas perguntas, eles têm curiosidade para saber como é, como eu consigo. Mas a verdade é que todo mundo consegue, é só querer muito.
Vivian Lopes

As pessoas não acham que seja possível eu ser caminhoneiro, acham que estou brincando no caminhão. Mas se eu sou habilitado, isso não deveria ser questionado. 

Ademar Junior, noivo de Vivian

Leia a história completa de Vivian e Ademar clicando aqui.

Se você chegou até aqui, você provavelmente é caminhoneiro(a), conhece um(a) e/ou gosta muito de alguém que é. Compartilhe a campanha em suas redes sociais e nos ajude a espalhar essa mensagem tão importante para quem vive nas estradas. 

Utilize a #hahstag #QuemVeCaraNaoveCaminhao e vamos juntos na luta por uma vida sem rótulos, preconceitos e estereótipos.

PARABÉNS, CAMINHONEIROS E CAMINHONEIRAS.

SIGAMOS EM FRENTE E LADO A LADO COM A IVECO.

Iveco Brasil
Nenhum comentário

Postar um comentário