Top

Lives IVECO: Alimentação e entregas durante a quarentena

Lives IVECO: Alimentação e entregas durante a quarentena

Fala, amigo(a)! Como estão as entregas neste período de quarentena? E as estradas, movimentadas? Está mais difícil conseguir alimento nas paradas enquanto espera carregamento? Como está a sua saúde no meio de tudo isso? Você tem se exercitado, tomado bastante água e feito refeições leves?

Há alguns dias, fizemos duas lives muito especiais. No dia 24 de abril, convidamos a Suelen Lopes (Caminhoneira) e a nutricionista (em formação) Keith Souza para dar dicas de alimentação nesse período complicado em que muitos locais estão fechados, dificultando a compra de comida nas paradas. 

Além desse bate-papo, no dia 30 de abril, também tivemos um encontro online (live) de dois motoristas, um de cidade e outro da estrada, para contar sobre os desafios que esse período tem gerado para quem trabalha com entregas. Wagner Farah dirige pelas cidades um Daily, e Cajau dirige caminhão para entrega entre empresas. 

Mas, antes de contar um pouco sobre como foi cada live, vamos de alguns dados. O Coronavírus afetou o ritmo de entregas por todo o Brasil. Os caminhoneiros não pararam as suas atividades e estão encontrando diferença em alguns pontos. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fretebras, 32% dos caminhoneiros estão passando dificuldade para encontrar alimentação nos postos, durante as paradas (o que, antes da pandemia, não acontecia). E 18,4% disseram que os preços subiram, ou seja, ficou mais difícil se alimentar se você não tem uma cozinha no caminhão. Fonte

E, como a alimentação é superimportante para manter a sua saúde e trabalho funcionando corretamente, separei algumas perguntas da live entre a nutricionista (em formação) Keith Souza e a Suelen Lopes (Caminhoneira) para ajudar a lidar com o período de combate ao Coronavírus de forma mais tranquila. 

Como higienizar os alimentos neste período?

Primeiro higienizar as mãos, com água e sabão, e fazer o mesmo processo com a fruta, principalmente se você compra no meio da estrada. Uma dica é preparar kits, por exemplo, fazer uma bolsa com bucha, sabão, garfo e faca. Toda vez que você comprar uma fruta na estrada, você utiliza esse kit para lavar o alimento e consumi-lo sem riscos.

Como preparar lanches rápidos e que não estraguem?

Durante o batidão, se você não tem geladeira no caminhão e nem cozinha, o aconselhável é preparar lanches rápidos, como bolinhos integrais, torta, cookies, barra de cereal, banana com pasta de amendoim e mix de sementes. Quando não for possível fazer a parada para se alimentar, você pode consumir esses lanches com consciência. Nada de comer tudo de uma vez, ok?

Como ajudar a sua imunidade?

A imunidade é uma construção diária e que deve ser conquistada. Neste período que estamos passando pela pandemia, é muito importante se prevenir higienizando as mãos e consumindo alimentos que ajudam a sua imunidade, como frutas, legumes, e líquidos para hidratar o seu corpo, como água mineral e a própria água de coco.

Assista à live completa abaixo e deixe nos comentários as suas dúvidas

E as entregas? Como estão nesse momento? O bate-papo entre o Cajau e o Wagner Farah mostrou um pouco da diferença entre a cidade e a estrada em tempos de quarentena. 

O Cajau trabalha com caminhão há 6 anos com carreta bitrem e puxa grãos e insumos para empresas de cimento, na área de Infraestrutura e Agronegócio, em regiões como Rio de Janeiro, parte de Minas Gerais e Espírito Santo. O Wagner Farah trabalha em São Paulo com o seu Daily 35s14 com varejo, comércio e lojas da região. 

Como estamos trabalhando na crise?

Para o Wagner que trabalha nas cidades está um pouco difícil conseguir entregas. Mas, ele utiliza algumas opções como anunciar fretes pequenos, mudanças/carretos, para ajudar na situação.

O Cajau trabalha com um setor que não parou durante a crise. Então, o seu trabalho não foi impactado no mesmo nível que o Wagner. 

Como se cuidar nas entregas em relação ao COVID-19?

Como o Coronavírus é um vírus novo, é importante se preocupar com a nossa higienização constante, lavando as mãos, passando álcool em gel e, principalmente, o cuidado no distanciamento social.

A rotina mudou durante o Coronavírus?

Para quem trabalha nas estradas, o cuidado agora está redobrado! Cajau sempre se preocupou com a higiene e cuidado com o próximo e está até um pouco paranoico quanto ao momento em que estamos. Por ter cozinha no caminhão, ele não compartilha talheres, pratos e tem muito cuidado com a proteção dele e das outras pessoas. Até em supermercados, ele toca no que ele realmente vai levar, lavando sempre a mão com água e detergente. 

O Wagner quando sai para fazer entregas de insumos para indústria de ovos e pneus, ele coloca máscara e, ao voltar para o Daily, ele passa álcool em gel. Por ter mais contato com outras pessoas durante o dia a dia, a preocupação dele é bem grande com a higiene e segurança nesse período.

O distanciamento social não é ser antissocial. Mas, se preocupar em não aglomerar-se com os colegas ou amigos durante as paradas ou descarregamentos. 

Confira abaixo o bate-papo completo entre o Wagner Farah e o Cajau Antonelli:

O que sabemos durante essa quarentena é que os hábitos mudaram. E será preciso cada vez mais prestar atenção nas suas atitudes e no quanto elas impactam outras pessoas. O mínimo que podemos fazer no momento é cuidar da nossa saúde, através de uma alimentação adequada e manter a higiene durante o período em que estamos trabalhando e dobrar os cuidados quando estamos em casa. 
Gostou das nossas lives? Ficou com alguma dúvida? Aproveite e confira como foi a live anterior, clicando aqui e deixe o seu comentário sobre o que achou! Em breve, vamos conversar sobre outros assuntos também! Siga o nosso perfil clicando aqui.

Iveco Brasil