Topo

Corpo de Bombeiros de São Paulo recebe 40 caminhões Iveco

Corpo de Bombeiros de São Paulo recebe 40 caminhões Iveco

Corpo de Bombeiros de São Paulo recebe 40 caminhões Iveco

No último mês, a Iveco entregou 40 caminhões modelo Tector 170E28 para o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo. Os modelos são todos equipados com itens de alta tecnologia para atender as atividades da corporação. A Solenidade de entrega aconteceu no Parque da Independência e contou com a presença de muitas autoridades, entre elas o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do comandante geral do Corpo de Bombeiros de São Paulo, coronel Marco Aurélio Alves Pinto.

“Para a Iveco, é gratificante integrar os esforços dos Corpos de Bombeiros para tornar essa admirada instituição cada vez mais forte. A marca Iveco completou 40 anos na última semana, mas somos uma empresa que nasceu da união de outras tradicionais companhias, como a alemã Magirus, empresa detentora da mais alta tecnologia no desenvolvimento e na fabricação de veículos e equipamentos de resgate e combate a incêndios, fundada em 1864”, afirma Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América Latina.

As unidades serão usadas no atendimento às ocorrências de combate a incêndio em diferentes do estado de São Paulo. Cada um dos modelos foi fabricado sobre o chassi dos caminhões semipesados Iveco Tector 170E28, e contam com motores com motores NEF 6 FPT Industrial de seis cilindros, 280 cavalos de potência e tração 4×2. Além disso, os modelos contam com câmbio automático Alysson série 3000, de seis marchas, um diferencial especialmente utilizando para essa aplicação, para o cumprimento de regras internacionais do segmento de veículos de combate a incêndio.

Segundo Marco Mello, diretor Iveco para veículos de combate a incêndio, as configurações do Tector 170E28 foram decisivas nas negociações durante o processo de licitação. “A Iveco está na vanguarda dos mais variados segmentos, sendo este setor de combate a incêndio um dos que mais evoluíram em termos de tecnologia, estando em linha com os elevados padrões internacionais”, comenta.

Mello destacou também a automação de determinados dispositivos é peça fundamental no aprimoramento das atividades do Corpo de Bombeiros. “O câmbio e o motor gerenciados eletronicamente permitem que os oficiais se concentrem exclusivamente na sua missão de salvar vidas, sem ter a necessidade de se preocupar com a troca de marchas ou no controle de pressão da água, como é o caso do sistema TPG”, finaliza.

Iveco Brasil
Nenhum comentário

Postar um comentário