Topo

Cooperativismo e a importância do sistema

Cooperativismo e a importância do sistema

Neste Dia Internacional do Cooperativismo, aprenda sobre o que são cooperativas e como elas funcionam.

No dia 2 de julho é comemorado o Dia Internacional do Cooperativismo. Mas você sabe o que isso significa? Nos post de hoje, vamos te explicar o que são, como funcionam e a importância das cooperativas para a economia. Acelera e vem com a gente!  

O que é cooperativismo?

O dia a dia de um profissional autônomo tem muitos desafios. Dependendo do ramo de atuação, são problemas como infraestrutura, logística, preços de materiais, ferramentas de trabalho e diversos outros fatores. E é aí que o cooperativismo entra! 

A palavra define o sistema baseado em cooperativas, que, de acordo com o Sebrae, é uma organização constituída por membros de determinado grupo econômico ou social que tem por objetivo desempenhar determinada atividade em benefício comum. Bem parecido com a origem do termo cooperativismo, o verbo cooperar, que significa “contribuir com esforços para um objetivo coletivo; colaborar”, não é mesmo?

Ou seja, a partir da união de empresas e indivíduos, ?uma cooperativa busca alternativas para eliminar intermediários e baratear os custos de serviços, atividades e produtos. Por isso, ??mesmo durante uma crise financeira, as cooperativas são responsáveis por aproximar pessoas e organizações, estimulando o desenvolvimento econômico no país.

Como funciona uma cooperativa?

Um detalhe importante sobre as cooperativas, é que elas devem ser organizações sem fins lucrativos, com uma gestão feita de forma democrática e participativa de seus membros, oferecendo benefícios econômicos e sociais aos cooperados.

Por isso, para iniciar uma cooperativa, é necessário:

  • Criar um estatuto, que determine sede, prazo, área de atuação, dentre outros;
  • Definir os direitos, deveres e responsabilidades dos cooperados;
  • Estabelecer as condições financeiras para participação;
  • Instituir os modos de administração e fiscalização.

O cooperativismo caminhoneiro

Como já vimos, as cooperativas podem ajudar e muito com questões financeiras, seja na manutenção ou até mesmo na hora de adquirir seu bruto. Mas, além destes fatores, o caminhoneiro autônomo também está vulnerável a diversos riscos, seja nas estradas ou fora delas. Por isso, outro ponto importante do cooperativismo é a segurança.  

Por exemplo, imagine que você é um profissional autônomo e acertou um frete. Mas, infelizmente, no meio do caminho, acaba sofrendo um pequeno acidente e o conserto do caminhão acaba saindo mais caro que o valor do frete. Com as cooperativas, você pode ter direito a seguro e ainda contar com melhores condições em oficinas especializadas e linhas de crédito para viabilizar os custos com o seu bruto.

Apesar dos benefícios serem diversos e variarem entre cada cooperativa, os mais comuns para os caminhoneiros são:

  • Fazer compras em quantidades maiores para obter mais desconto;
  • Assistência 24h e coberturas contra roubo, incêndio e acidentes;
  • Canal direto de contato entre embarcador e caminhoneiro;
  • Postos de combustíveis próprios e assistências credenciadas;
  • Planos de saúde para associados.

As cooperativas no setor de transportes são tão importantes que, de acordo com dados da Organização das Cooperativas Brasileiras, a OCB, é o segundo segmento que mais possui esse tipo de organização, ficando atrás apenas do agropecuário. 

Dia Internacional do Cooperativismo

A data foi instituída em 1994, pela Aliança Cooperativa Internacional (ACI) e, hoje é reconhecida pela Organização das Nações Unidas, a ONU. Sempre celebrado no primeiro sábado do mês de julho, o Dia Internacional do Cooperativismo é celebrado em mais de 100 países pela importância econômica e social das cooperativas no mundo.

Cooperativismo na IVECO

A IVECO possui linhas de produtos para todo tamanho de cooperativa, desde veículos leves até semipesados e pesados, aptos a cumprir as mais variadas tarefas, como o transporte de grãos e o transporte urbano de cargas.

Pesados – IVECO Hi-Road e Hi-Way

Ideais para o escoamento da safra até os portos e locais de distribuição dos produtos, os caminhões estão aptos para o transporte rodoviário nos segmentos agro, alimentício e cargas refrigeradas. O caminhão proporciona para o cliente rentabilidade na operação, com baixo consumo de combustível e conforto para os motoristas. 

Médios e Semipesados – IVECO Tector

Imbatíveis para o transporte de cargas do campo para as cidades, principalmente para os Ceasas onde os produtos são comercializados para comerciantes locais. Os caminhões da linha Tector estão prontos para qualquer desafio em versões entre 9 ton. a 31 ton. que podem facilmente atender qualquer tipo de demanda, desde entregas no varejo até transporte de grãos. A partir dos modelos de 17 toneladas, a IVECO oferece a opção da transmissão automatizada Auto-Shift, a mais avançada da categoria. 

Leves – IVECO Daily

Campeões na distribuição dos produtos dos Ceasas para os centros das cidades aonde chegam até a mesa do consumidor. A linha Daily ganhou um aporte de alta tecnologia, com foco na redução de emissões, conforto, economia e a consagrada estrutura chassi-cabine, que proporciona durabilidade e versatilidade para o modelo que atende diferentes operações: frete em geral, transporte de produtos alimentícios, materiais de construção, equipamentos de manutenção, móveis, mudanças, autopeças, e-commerce, entre outros. 

Destaque também para a Daily Minibus, que é mini por fora e bus por dentro. Eficaz no transporte dos de pessoas, o veículo tem duas opções, a 45-170 com rodado simples, e a 50-170 com rodado duplo na traseira, potência de 170cv e capacidade de até 20 passageiros nas versões Fretamento e Turismo. O modelo para o transporte de passageiros se destaca entre os concorrentes pela utilização da plataforma baseada em chassi-longarina, que faz com que a vida útil do produto seja superior quando comparado com veículos monobloco, e pela variedade de aplicações, como transporte urbano, intermunicipal, fretamento, locação, entre outros.

Os caminhões podem ser adquiridos por meio do banco IVECO Capital, que conta com opções de crédito especiais e customizadas por meio do CDC, além das linhas financiamento disponibilizadas pelo BNDES: Finame TFB, com taxas reduzidas e pré-fixadas, e Finame Selic pós-fixado. Outra modalidade para aquisição dos produtos é através do Consórcio IVECO

Curtiu as dicas? Então, continue acompanhando o blog da IVECO para mais textos como esse! 

Iveco Brasil
Nenhum comentário

Postar um comentário