Topo

MAIO AMARELO: NO TRÂNSITO, O QUE IMPORTA É A VIDA

MAIO AMARELO: NO TRÂNSITO, O QUE IMPORTA É A VIDA

O tema desta semana é um assunto sério, principalmente se você dirige! Anualmente, no mês de maio, é falado sobre o Maio Amarelo. Mas o que significa isso e de onde surgiu o termo?

A origem do termo

Site oficial da campanha, acesse aqui

A ideia surgiu em 11 de maio de 2011. A ONU, Organização das Nações Unidas, decretou a “Década de Ação para Segurança no Trânsito” e esse movimento inspirou outros países a se conscientizarem sobre o tema. O amarelo simboliza atenção e também a sinalização e advertência no trânsito. Igual ao semáforo .

E no Brasil?

No Brasil, no mês de maio, ocorrem ações para atingir o maior número de pessoas e organizações em torno do tema. Alguns dados mostram o quanto o nível de acidentes é preocupante.

Em 2015, o Ministério da Saúde sinalizou 38.651 mortes em vias públicas, apontando um quadro complexo sobre o papel dos cidadãos na segurança do trânsito, junto ao Estado e o impacto disso na economia e na saúde pública.

Estados como o Piauí tiveram uma média de 36,62 mortes por 100 mil habitantes, seguido por Tocantins, com uma taxa de 36,10 e Roraima, com uma taxa de 32,83 por 100 mil habitantes.

Fonte: DATASUS. Elaboração: FGV DAPP.

No gráfico acima, a evolução, por taxa de 100 mil habitantes, de sequelas provocadas por acidentes relacionadas ao trânsito.

O DataSUS afirma que mais de 37,3 mil pessoas morrem todos os anos no trânsito das cidades e rodovias do país.

 

E quais são as principais causas dos acidentes?

De acordo com a PRF, Polícia Rodoviária Federal, as cinco principais causas de acidentes de trânsito são:

  • Excesso de velocidade
  • Ultrapassagem indevida
  • Combinação de álcool e direção
  • Falta do cinto de segurança
  • Uso do celular ao volante

E você, como pode contribuir para um trânsito melhor?

Faça sua parte e coloque em prática algumas dessas ações:

  • Dirija com atenção;
  • Respeite a faixa de pedestres;
  • Respeite as sinalizações e as leis de trânsito;
  • Utilize equipamentos de segurança nos veículos (incluindo capacetes e joelheiras, no caso de ciclistas e cinto de segurança);
  • Mantenha em dia a manutenção do seu veículo;
  • Carregue apenas a quantidade permitida de carga no seu veículo;
  • Não consuma bebidas alcoólicas enquanto dirige;
  • Não use o celular com o carro em movimento (pare o carro no local adequado para fazer isso;
  • Não exceda a velocidade máxima permitida da rodovia.

Assim, você contribui para melhorar a vida de outras pessoas e manter a segurança nas estradas e centros urbanos.

Saiba mais acessando o site da campanha Maio Amarelo

Iveco Brasil