Top

Fuja de acidentes nas estradas com neblina

Fuja de acidentes nas estradas com neblina

Nessa época do ano, lidar com a neblina é uma realidade muito comum nas estradas. E é sempre um risco dirigir com menos visibilidade e, consequentemente, mais probabilidade de acidentes.

Mas dá para dirigir de forma consciente e segura, se a gente seguir alguns passos básicos que todo mundo sabe, mas às vezes esquece no fundo do porta-luvas. Quer ver?

O primeiro passo é DIMINUIR A VELOCIDADE. Isso mesmo! Ao se deparar com um trecho com neblina, dirija mais devagar para conseguir ter mais visão e atenção na estrada. Em seguida, ACENDA OS FARÓIS BAIXOS e tente se guiar pelas faixas da rodovia. A luz alta bate nos flocos de água e a neblina se transforma em uma grande parede branca, com difícil visualização.

Agora, se a neblina estiver muito densa, o ideal é encontrar um lugar seguro para PARAR O CARRO. Ligar o pisca alerta, nesse caso, não é uma boa solução, ok? O motorista que vem atrás pode pensar que o carro à frente está parado e realizar um movimento brusco.

Não se esqueça, também, de buscar informações sobre as condições das rodovias antes de sair em viagem. Abaixo, veja os trechos com mais neblina na Via Dutra, uma das mais percorridas no país:

– Entre os km 159 e km 175 (Jacareí);
– Entre os km 121 e km 157 (Caçapava/São José dos Campos);
– Entre os km 115 e km 119 (Caçapava);
– Entre os km 87 e km 104 (Pindamonhangaba/Taubaté);
– Entre os km 80 e km 84 (Roseira/Pindamonhangaba);
– Entre os km 73 e km 75 (Aparecida);
– Entre os km 59 e km 62 (Guaratinguetá);
– Entre os km 00 e km 50 (Queluz/Lorena).

Leia também: Cuidados na estrada com a chegada do inverno.

Iveco Brasil