Topo

Vai pegar a estrada? Confira 5 dicas para uma viagem mais tranquila

como comprar um caminhão de segunda mão

Vai pegar a estrada? Confira 5 dicas para uma viagem mais tranquila

Com o passar do tempo, o número de veículos nas estradas só aumenta. Segundo pesquisa feita pelo Sindipeças, o Brasil sofreu um aumento de 2,5% na frota de veículos no último ano – em comparação com 2014.

De acordo com o relatório, o número da frota circulante no país atingiu a marca de 42,6 milhões de veículos em 2016 (entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus), além de 13,6 milhões de motocicletas.

Ou seja, na hora de pegar a estrada é importante ter atenção redobrada e sempre focar na segurança. Pensando nisso, reunimos algumas dicas para que sua viagem seja mais tranquila, confira!

Faça revisões periodicamente

Fazer a revisão do seu bruto antes de pegar a estrada é essencial. Calibrar os pneus, repor a água do radiador e verificar o óleo são apenas alguns exemplos simples do que deve ser feito com frequência. E não se esqueça das revisões anuais para garantir que seu veículo esteja em perfeitas condições de direção.

Cuidado com a carga

É muito importante ter cuidado com o excesso de carga e procurar distribuí-la de forma que o veículo não fique desequilibrado. Outra dica é evitar deixar objetos soltos na boleia, pois eles podem ser arremessados em caso de freadas bruscas.

Atenção redobrada em dias de chuva

Dirigir na estrada em dias de chuva é muito mais perigoso, mas nem sempre conseguimos evitar. Mantenha uma distância considerável do veículo da frente, diminua a velocidade e evite locais com grande acúmulo de água.

Para melhorar a visibilidade, abra um pouco os vidros e deixe o ar circular no interior do veículo. Caso isso não resolva, aplique um pouco de líquido desembaçador dissolvido em água na parte interna e externa dos vidros.

Uso do acostamento

Usar o acostamento é permitido somente em situações de emergência ou quando o veículo apresenta algum problema. Para evitar acidentes, nunca pare em curvas ou em locais que não tenham uma boa visibilidade. E lembre-se de que trafegar no acostamento é considerado infração gravíssima.

Sinais entre motoristas

Fazer sinais para o motorista que está próximo pode ser uma ótima forma de alertá-lo em caso de imprevistos. Um bom exemplo é quando os veículos piscam o farol para indicar uma situação inesperada à frente ou que é seguro para uma ultrapassagem.

Gostou das dicas? Continue nos acompanhando em nosso blog para se manter atualizado na estrada.

Iveco Brasil