Topo

Tector 240E25: não tem para a concorrência

Tector 240E25: não tem para a concorrência

O modelo Iveco tem alto valor de revenda

O modelo Iveco tem alto valor de revenda

Continuamos hoje o post anterior, comprovando a superioridade do Tector no mercado de caminhões de PBT 23 toneladas 6×2. A análise de cada característica do Tector 240E25 6×2 confirma o que quanto a Iveco está à frente com relação à concorrência: FREIOS O Tector tem superfície de frenagem 14,5% maior que a concorrência. Isto proporciona frenagens mais eficientes e seguras, maior durabilidade das lonas de freios, além de contribuir diretamente para minimizar os riscos de envolvimento em acidentes decorrentes do sistema de freios. O freio motor do Tector é o único da categoria que possibilita três alternativas (retirando o pé do pedal do acelerador, pisando na folga do pedal de freio ou pisando em pedal específico no assoalho). Desta forma, cada motorista pode eleger a maneira mais confortável e segura para efetuar a operação. (Leia detalhes sobre o freio motor) DISTÂNCIA ENTRE EIXOS O Tector oferece maiores distâncias entre eixos que permitem acomodar implementos de maiores comprimentos (tendência do mercado) sem a necessidade de se efetuar alterações no caminhão. Isso aumenta o valor de revenda do modelo da Iveco. PESO A tara maior do Tector em relação aos concorrentes é reflexo da utilização de uma capa adicional de reforço no chassi, o que confere maior robustez e resistência em qualquer tipo de aplicação, preservando a integridade do chassi contra empenamentos e trincas. COMPRIMENTO O Tector comporta as maiores plataformas de carga da categoria tanto para aplicações para transporte de peso como de volume, seja com cabine curta ou com cabine leito. Ele oferece mais versatilidade e flexibilidade para se acomodar qualquer tipo de carga para os mais variados tipos de aplicação. REABASTECIMENTOS O caminhão da Iveco gera enorme economia em trocas de óleo em função dos menores volumes de reabastecimento e/ou da maior periodicidade de trocas. A moderna tecnologia empregada na construção do motor propiciou um volume reduzido de óleto no cárter do motor, porém, mais do que adequado para a devida lubrificação do mesmo em qualquer regime de operação. Isso é possível graças à adoção de trocador de calor que opera conjugado no circuito de arrefecimento da água e no circuito de lubrificação do motor. CABINE O Tector tem a cabine com o design mais arrojado e aerodinâmico da categoria e vem nas opções cabine curta e leito, ambas com teto baixo. A melhor penetração aerodinâmica da cabine, contribui para menor exigência do motor para vencer a resistência imposta pelo ar, otimizando assim o consumo de combustível e reduzindo o custo operacional. (Confira todos os detalhes da cabine) ITENS DE CONFORTO O Tector 240E25 vem de fábrica com os principais equipamentos requisitados pelo mercado. Na versão cabine leito, conta com itens de série como climatizador e ampla cama totalmente retangular de 1,90 x 0,62 m, que conferem o máximo de conforto para o devido descanso. O assoalho da cabine do Tector é quase plano (tanto na versão curta quanto na leito) e, quando cabine curta, proporciona fácil acomodação, quando estiver com três ocupantes, para o que vai sentado ao meio, pois, o caminhão conta com amplo espaço para acomodar confortavelmente as pernas do terceiro passageiro. Já nos caminhões da concorrência, em geral, o túnel é muito amplo gerando total desconforto ao terceiro ocupante. (Leia também o post: Acesso fácil e seguro à cabine) Desta forma, a Iveco comprova por que é destaque em uma das categorias mais concorridas do setor de transporte no Brasil, o segmento PBT de 23 toneladas 6×2, mantendo o compromisso de estar sempre à frente.

Iveco Brasil
1 Comment
  • ivan luis de camargo

    comprei um tector 240e25 espero qtudo q a iveco vem falando sobre esse modelo seja comprovado por mim q Deus abençoe atodos

Postar um comentário