Topo

Revista O Carreteiro testa Iveco Hi-Way

Revista O Carreteiro testa Iveco Hi-Way

A equipe convidada para mais um teste no extrapesado premium Hi-Way foi a da revista O Carreteiro. A equipe pegou a estrada e pôde conhecer de perto o que este produto premiado na Europa oferece.

Veja como foi a experiência descrita pelo repórter da revista:

“Equipe da Revista O Carreteiro foi convidada para rodar com a versão mais potente do Hi-Way, equipada com motor de 560cv, teto alto, entre eixos de 3,50m atrelado a um bitrem carroceria baixa carga seca e relação de eixo intermediária de 3:73 e lastreado com carga de ferro gusa perfazendo 53 toneladas o PBTC. Carga pouco abaixo do que poderia ser levado pela composição sem ultrapassar os limites legais da Lei da Balança, porém suficiente para se perceber todo o diferencial  de um caminhão desenvolvido para concorrer no topo do segmento de pesados, assim como as demais versões da família Hi-Way.

A cabine, por exemplo, chama atenção pelo lado de fora – devido suas linhas e imponência – quando pelo seu interior muito bem acabado, de fácil circulação e com itens que deixam o motorista e ocupante sentirem-se seguros e confortáveis. Neste caso, não apenas pelos 2,5m de largura,  2,25m de comprimento e 1,90 de altura do piso semiplano ao teto, mas também pela forma como todo esse pacote se apresenta e transforma toda cabine em um agradável ambiente de trabalho, com mais de 20 espaços para guardar objetos e itens de uso pessoal. O Hi-Way tem também –  como item de série – uma geladeira com espaço de 27 litros.

A distribuição de luzes direcionais das partes frontal e laterais – estas com variação de cores em vermelho e branco -, luz vigia e painel digital no climatizador, além de cortina elétrica no para-brisa (funciona também como quebra-sol e só fecha completamente com o caminhão parado e com o freio estacionário acionado) ajudam a tornar o interior mais funcional. Disposição dos controles, cores, material e tudo mais demonstram terem sido pensados e desenvolvidos para transmitir a sensação de bem estar ao motorista nas horas de trabalho e também de descanso. Os quatro espelhos retrovisores – pequenos e grandes – têm controle elétrico , enquanto demais  (da escada e frontal) são manuais.

Motoristas de diferentes biotipos encontram o ajuste mais adequado ao se porte para uma condução mais confortável, deixando os comandos no painel ao alcance das mãos. Os bancos, com cintos de segurança integrados, contam com apoio de braço e a regulagem pneumática doa assentos – de acordo com o peso do motorista e as condições da estrada – tem memória. Três bolsas de ar dentro do encosto ajudam a dar um ajuste mais fino conforme o porte do condutor, para que ele se sinta o mais a vontade possível enquanto dirige.

O climatizador no teto, com display digital, é silencioso e pode ser acionado por controle remoto e mantêm o ar refrigerado e umedecido mesmo depois de o motor do veículo ter sido desligado. Já o aparelho ar-condicionado é digital e permite o controle de temperatura e direcionamento do fluxo de ar. A cama mede 2,00m x 0,80 não deforma, é antimofo e pode ser lavada e, no caso do beliche (opcional) o acesso é por uma escada de alumínio embutida quando fora de uso. Ainda no item conforto, a cabine é assentada sobre amortecedores pneumáticos. A soma de todos os itens tornam a cabine do Hi-Way um ambiente agradável e acolhedor em situações de trabalho e nos momentos de descanso do carreteiro.

Em operação, também à sua aerodinâmica, o veículo é silencioso como um carro de passeio, ouvindo-se o ruído do ar e, de vez em quando, um leve e baixo chiado da turbina de geometria variável. Na linha Hi-Way, esse item é disponibilizado apenas na versão com motor de 560cv, um propulsor com faixa de torque elástica (na casa de 1.000 a 1.500rp) e bastante eficiente devido ao bom casamento com a caixa de câmbio automatizada. O sistema eletrônico que rege o conjunto efetua trocas de marchas no melhor momento proporcionando uma condução dentro dos parâmetros ideais – estabelecidos para o veículo – para se obter o melhor desempenho com baixo consumo de combustível e poupando o equipamento.

O conjunto roda suave, vence trechos de subidas e descidas praticamente com a mesma desenvoltura em boa velocidade média de cruzeiro (entre 80 e 85 km/hora) com o motor girando na faixa de 1.200 a 1.250 rpm. A unidade cedida pela Iveco estava com eixo traseiro com relação de 3:73, intermediária, ideal para se rodar dentro dos limites de velocidade das rodovias. Pelo painel de instrumentos o computador de bordo dá informações do consumo, nível do ARLA 32, níveis de pressão dos circuitos de freio entre outras informações.

O trabalho conjugado do reo motor e intarder – que demonstra grande eficiência já em seu primeiro estágio (25% de sua potencia) – transmite segurança e desempenha importante papel também para poupar o uso do freio convencional e aumentar a segurança. Também como em outros cavalos-mecânicos pesados, com rótulo de Premium, o volante de direção do Hi-Way incorpora comandos de computador de bordo. Já os controles do aparelho de som (rádio com CD, leitor de MP4, estrada USB e função RDS) se encontram no painel, bem à frente do motorista. A unidade cedida pela Iveco para avaliação é um bom exemplo do aminhão que leva o carreteiro que está ao eu volante a sentir orgulho da profissão que escolheu. Em relação ao preço, a Iveco não informou.”

Texto de João Geraldo para a Revista O Carreteiro, ano 43, nº 475, maio/2014.

Iveco Brasil
2 Comentários
  • Ubiratan dos santos

    Eu sempre acreditei no potencial da Iveco, quando o assunto é pesados. Além do design arrojado, conforto e requinte da harmonia interna da cabine, a eletrônica de bordodeixa o condutor informado sobre as variáveis de funcionamento do motor. Mas a Iveco pensou também na segurança: freios de serviço dimensionados para cada tipo de tonelagem veícular e um potente freio-motor, além do intarder equipamento dos extras pesados.
    Parabéns Iveco, só esta nos devendo produtos de qualidade no seguimento de ônibus urbanos e rodoviários. Mas acho que vale apena esperar!

    • Blog Iveco

      Olá, Ubiratan dos Santos! A Iveco do Brasil agradece seu elogio. Estamos sempre trabalhando no desenvolvimento de tecnologias e produtos que beneficiem o motorista. Esse reconhecimento é o que nos motiva a sempre superar desafios. Abraços!

Postar um comentário