Topo

Retrospectiva 2011: Fenatran

Retrospectiva 2011: Fenatran

A Feira Nacional do Transporte acontece a cada dois anos e representa uma excelente oportunidade de negócios para montadoras, frotistas e caminhoneiros. Por isso, de 24 a 28 de outubro, a Iveco se preparou e apresentou um estande diferenciado, tecnológico e moderno. Já contamos sobre as inovações digitais, como o simulador do Stralis NR e os games para kinect, então conheça agora algumas das atrações que foram sucesso na feira.

Ecoline – A Iveco surpreendeu o mercado ao realizar na Fenatran 2011 o preview de sua nova geração de caminhões, com a qual a empresa vai renovar todos os seus produtos à venda no Brasil. Mais que se adaptar à nova legislação Proconve P7, a Iveco valeu-se da oportunidade para lançar toda uma nova geração de caminhões mais modernos, confortáveis e em conformidade com os valores da sustentabilidade. A nova geração de veículos Iveco, batizada ECOLINE, será lançada no mercado entre 2012 e 2014, em lugar da atual linha da marca, que já é a mais moderna do mercado.

Sucesso de vendas – Durante a Fenatran, os vendedores da equipe Iveco puderam contar com o auxílio de um aplicativo para Ipad. Através do aparelho eletrônico o cliente pode conhecer melhor a empresa, além de efetuar a compra propriamente dita. Foi com o auxílio do aplicativo que a Iveco superou as vendas da Fenatran 2009, registrando 562 veículos comercializados na feira. Ao todo foram cadastradas 1726 novas intenções de compra, sendo 767 para a nova geração Ecoline.

Glider, o caminhão do futuro – O Iveco Glider foi uma das estrelas do estande da Iveco na Fenatran 2011. Um dos caminhões-conceito mais inovadores dos últimos anos, ele reúne tecnologias que ajudam a reduzir o consumo de combustível e emissões de CO2 em até 40%. Além disso, o caminhão permite lançar um novo olhar às condições de conforto e bem-estar do motorista e acompanhante, transformando a cabine em uma combinação bem-sucedida de caminhão-escritório-casa. O resultado é um veículo que se apresenta como um “laboratório” de eficiência e habitabilidade, cujas novidades podem estar no mercado em alguns anos.

Rede Comunicação
Nenhum comentário

Postar um comentário