Topo

Pedágio para caminhões: como é feito o cálculo

Pedágio para caminhões: como é feito o cálculo

Segundo a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), há concessões rodoviárias em 21 trechos diferentes no Brasil, o que soma mais de 100 praças de pedágio em todo o território brasileiro. Os cálculos das tarifas de pedágio são feitos através do conceito de tarifa quilométrica, o que significa que existe um valor fixo por quilômetro multiplicado pelo trecho de cobertura da praça e que vai variar de acordo com a rodovia e o tipo de veículo.

Esse cálculo divide as rodovias em três categorias:

– sistema rodoviário – rodovias paralelas, ambas com pista dupla;

– estradas de pista dupla – com canteiro central, barreira física ou visual;

– estrada de pista simples – uma faixa por sentido.

Sendo assim, os veículos de dois eixos, como caminhões leves e caminhão trator de dois eixos, terão a tarifa multiplicada por 2.

 

Os veículos de três eixos, como caminhões trator e caminhões trator com semirreboque, terão a tarifa multiplicada por 3.

 

Caminhões com reboque e caminhões trator com semirreboque e quatro eixos terão a tarifa multiplicada por 4.

 

Ou seja, a quantidade de eixos do veículo implica diretamente no cálculo do pedágio que seu bruto irá pagar.

Ficou alguma dúvida ou tem alguma observação? Conte pra gente nos comentários!

 

Iveco Brasil
Nenhum comentário

Postar um comentário