Top

Mulheres no volante: cresce o número de mulheres caminhoneiras no Brasil

Mulheres no volante: cresce o número de mulheres caminhoneiras no Brasil

Mulheres no volante: cresce o número de mulheres caminhoneiras no Brasil

O número de mulheres na direção de veículos pesados cresce a cada dia. Mesmo sem dados oficiais que apontam este crescimento, não é raro ver uma mulher caminhoneira pelas estradas do Brasil. Segundo alguns empresários, o toque feminino acaba sendo um bom negócio já que estas profissionais reduzem os custos na manutenção dos veículos.

Como é o caso da motorista Simone de Cássia Oliveira Venâncio, de São Paulo, que trabalha com caminhões há quatro anos. A paixão por pesados começou quando ainda era criança. “Venho de uma família de caminhoneiros. Meu pai ainda trabalha no trecho e cresci nesse meio. Adorava ficar na cabine imaginando o dia em que estaria na estrada”. Para Simone, não foi fácil concretizar o sonho de ser caminhoneira. “Tive que deixar meus filhos pequenos com meu marido e meus pais não aceitaram a minha nova profissão. Lembro que meu pai ficou um mês sem conversar comigo, mas tive o apoio do meu marido, que sabia do tamanho da minha paixão pelo caminhão”, conta.

Atualmente, ela dirige um Iveco Hi-Way, lançamento da Iveco em 2013 e considerado o Caminhão do Ano pela imprensa europeia, e transposta combustíveis pelo interior de São Paulo. O seu caminhão chama a atenção por onde passa principalmente pelos acessórios personalizados por Simone. “O meu Iveco é a minha casa e a minha cabine diz muito sobre mim. Parece até um quarto de adolescente”, afirma a profissional de forma bem-humorada. Mas o estilo não fica apenas na cabine. O cuidado com a saúde e a vaidade é imprescindível para a caminhoneira, que frequenta academia e não descuida da alimentação quando está viajando. Ela ainda conta com uma manicure e uma depiladora em cada parada que faz.

Simone de Cássia transporta combustíveis pelo interior de São Paulo em seu Iveco Hi-Way

Simone de Cássia transporta combustíveis pelo interior de São Paulo em seu Iveco Hi-Way

Quando o assunto é direção, ela afirma que as mulheres são mais prudentes. E quem confirma é Marcos Roberto dos Anjos, caminhoneiro e marido de Simone. “As mulheres dirigem com um perfil mais defensivo, tomando cuidado com a estrada e com a carga que transporta. E são mais abertas a ouvir opiniões.”

O orgulho de ser caminhoneira é algo indescritível para Simone. “Só quem tem essa paixão sabe o que estou dizendo”. E Marcos apoia a afirmação. “Sou muito feliz por ter uma esposa tão corajosa que enche de orgulho toda a família. Admiro a mãe, a mulher e a esposa que ela é”, fala emocionado.

Para as futuras caminhoneiras, Simone deixa um recado. “Quando se tem um sonho, você tem que ter fé e força de vontade para concretizá-lo. No meu caso, não foi fácil, passei momentos complicados. Tive que deixar minha família para me realizar profissionalmente. Hoje eles sentem orgulho da mulher que sou”.

Simone se orgulha da vaidade que exibe no interior do seu Iveco Hi-Way

Simone se orgulha da vaidade que exibe no interior do seu Iveco Hi-Way

A Iveco parabeniza a Simone e todas as mulheres do Brasil pelo Dia Internacional da Mulher.

Acompanhe o Blog da Iveco para conhecer mulheres de força e coragem em nossa série especial “Mulheres no Volante”.

Rede Comunicação