Topo

Manifestações em São Paulo e Minas Gerais

Manifestações em São Paulo e Minas Gerais

Na segunda-feira, dia 24, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou a suspensão do reajuste do valor dos pedágios cobrados nas rodovias privatizadas de todo o Estado. Pelos contratos firmados entre o governo e as concessionárias, o reajuste deveria ser aplicado a partir do dia 1º de julho.

Atualmente, 19 concessionárias administram 16 mil km de rodovias paulistas. O reajuste do valor da travessia de lanchas e da balsa do trecho Santos-Guarujá, na Baixada Santista, também foi suspenso, segundo o governador.  A suspensão do reajuste dos pedágios é tomada após uma série de manifestantes interromperem o trânsito em rodovias em todo o país reivindicando a isenção da cobrança de pedágio nas últimas semanas.

Em Minas Gerais, ontem, pelo menos três rodovias foram fechadas por manifestantes insatisfeitos com as condições de transporte, problemas no trânsito e na segurança pública. Em todos os casos, a polícia negociou a liberação das vias porque o trânsito ficou impraticável. Os bombeiros também estiveram presentes para combater o fogo em pneus, lixo, galhos e pedaços de madeira.

A BR-381 foi interditada em dois pontos: no km 450, em Sabará, com interdição dos dois sentidos e congestionamento de até 13 quilômetros, e no km 504 no Bairro Citrolândia, em Betim, moradores bloquearam apenas a via marginal. Antes disso, a BR ficou quase 12 horas fechada.

Acompanhe a cobertura do G1 dos protestos em todo o Brasil.

Fontes: G1 e Portal Uai

Rede Comunicação
Nenhum comentário

Postar um comentário