Topo

Maior superfície de frenagem da categoria e exclusivo freio motor

Maior superfície de frenagem da categoria e exclusivo freio motor

SISTEMA DE FRENAGEM

Segurança e tecnologia

Segurança e tecnologia

A área efetiva de frenagem do Novo Iveco Tector é até 14,5% maior que a da concorrência. Um sistema com essa dimensão significa maior durabilidade das lonas de freio, frenagens mais eficientes, maior segurança na operação e, principalmente, menor risco de envolvimento em acidentes. Você já sabe que o Novo Iveco Tector foi totalmente projetado para rodar nas rodovias brasileiras que, infelizmente, não estão em boas condições em todos os trechos. Por isso, conta com freio a tambor em todos os eixos, com acionamento tipo “S Came”, sistema desumidificador e maior área de frenagem que a concorrência. BENEFÍCIOS

  • CONFIABILIDADE
  • PRESERVAÇÃO DAS VÁLVULAS E TUBULAÇÕES
  • MENOR DESGASTE DOS COMPONENTES
  • BAIXA MANUTENÇÃO
  • MENOR CUSTO OPERACIONAL
  • MAIOR DISPONIBILIDADE DO VEÍVULO

 FREIO MOTOR

Fácil acesso ao sistema freio motor

Fácil acesso ao sistema freio motor

O exclusivo freio motor tipo borboleta no sistema de exaustão tem opção de acionamento no assoalho (1) e interação com o piloto automático. São três alternativas de operação. O condutor pode eleger o modo mais seguro e confortável para aplicá-lo. Uma tecla seletora no painel (2) permite que o freio-motor atue em três posições:   

  • para cima: acionado ao se tirar o pé do acelerador (declives);
  • posição central: acionamento direto pelo pedal localizado no chão da cabine;
  • posição para baixo: acionamento conjugado com o pedal do freio.

BENEFÍCIOS

  • MENOR DESGASTE DO SISTEMA DE FREIOS
  • MAIS SEGURANÇA
  • MENOR CUSTO OPERACIONAL
  • MAIOR DISPONIBILIDADE DO VEÍCULO

  COMPROMISSO COM VOCÊ  Não é à toa que o Novo Iveco Tector é o semipesado mais moderno da categoria. Com a maior superfície de frenagem do mercado e exclusivo freio motor, reafirmamos nosso compromisso de manter você sempre à frente.

Iveco Brasil
Nenhum comentário

Postar um comentário