Top

Iveco faz parceria com ABESC para desenvolver soluções para setor de concretagem

Iveco faz parceria com ABESC para desenvolver soluções para setor de concretagem

Iveco faz parceria com ABESC para desenvolver soluções para setor de concretagem

A Iveco é a primeira fabricante de caminhões a ser tornar associada da ABESC – Associação Brasileira de Empresas de Serviços de Concretagem, responsável por reunir empresas que fornecem equipamentos, materiais e insumos que são utilizados no transporte. Com 35 anos de história, a ABESC conta com os principais grupos do setor como associados e representa 75% do concreto dosado do país.

De acordo com o diretor comercial responsável pelas vendas corporativas da Iveco, Osmar Hirashki, esta parceria com a ABESC faz parte da estratégia da fabricante de ficar ainda mais perto dos clientes e entender todas as necessidades de cada segmento e antecipar-se ao mercado.  “O trabalho feito pela associação contribui para a evolução do setor de construção, um dos mais importantes do país, porque promove a pesquisa de novas tecnologias e o aperfeiçoamento constante de processos. Poder colaborar com essas discussões aumenta nossa responsabilidade e motivação para desenvolver equipamentos cada vez mais eficientes”, afirma.

A ABESC informou que cerca de 20% do concreto produzido no Brasil é feito em centrais dosadoras. Já em países com tecnologias mais avançadas, como Alemanha e os Estados Unidos, o percentual ultrapassa 80%. “Temos condições de dobrar a produção de concreto dosado na construção civil brasileira nos próximos anos”, garante Jairo Abud, presidente da ABESC. Entre as vantagens apresentadas por Abud estão o aumento da produtividade nas obras, a redução de custo e do prazo de entrega.

A associação foi formalizada no fim do ano passado, via CNH Industrial, companhia à qual a Iveco pertence, e já apresenta os primeiros resultados práticos. “A Iveco mostrou disposição em ir a campo, ouvir as empresas da área e trabalhar em conjunto para criar soluções sob medida para o segmento. Os primeiros testes já estão sendo feitos”, acrescenta Jairo.

Iveco Brasil