Topo

Encare a pneumonia de peito aberto

Encare a pneumonia de peito aberto

Encare a pneumonia de peito aberto

Na terça-feira, 12 de novembro, foi promovido o Dia Mundial de Combate à Pneumonia. Doença responsável por 17% das mortes de crianças até cinco anos de idade, segundo a Unicef. O objetivo da data é conscientizar e mobilizar as nações sobre os males desta doença que costuma atacar principalmente países em desenvolvimento, como o Brasil.

Neste ano, a principal ação no Brasil para lembrar a data é a campanha “Previna-se: encare a pneumonia de peito aberto”, realizada pela Associação Brasileira de Imunizações (SBIm), Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tsiologia (SBPT), Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) e Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI). O objetivo é alertar a população sobre a pneumonia e a importância da prevenção após os 50 anos.

A pneumonia é uma infecção no pulmão provocada por microorganismos — bactérias, fungos e vírus, por exemplo —, que afetam o espaço alveolar, no qual ocorre a troca gasosa e, junto com a via condutora, também ocorre a circulação de ar. É uma doença que pode atingir todas as idades, mas principalmente as crianças e os idosos. Entre os fatores de risco estão o fumo, o álcool, reações alérgicas e resfriados não tratados e mudanças bruscas de temperatura.

A campanha ressalta a importância da vacinação, que pode diminuir os riscos de contrair a doença, como as vacinas contra o vírus influenza e contra o pneumococo. Febre alta, tosse, dor no tórax, alterações da pressão arterial, confusão mental, mal-estar generalizado, falta de ar, secreção de cor amarelada ou esverdeada, toxemia — provocados pelas toxinas carregadas pelo sangue — e fraqueza são os sintomas da pneumonia.

O acompanhamento médico pode ser o suficiente para diagnosticar a doença. A partir do diagnóstico se parte para os exames necessários conforme cada caso, para auxiliar no melhor tratamento, como as radiografias do tórax, o exame de sangue e a asculta pulmonar. Além disso, outro exame importante é o do escarro, que verifica qual microorganismo foi o responsável por desencadear a doença.

O tratamento é feito principalmente com antibióticos e definido de acordo com cada paciente. Com a medicação adequada pode se ter melhora em menos de uma semana. Mas, muitas vezes, a internação hospitalar se torna necessária, devido aos sintomas como febre alta, falta de oxigenação e comprometimento com outros órgãos do corpo, o que acontece com mais frequência em pacientes acima dos 50 anos.

Fonte: Jornal Zero Hora

O Blog da Iveco é um canal aberto e direto para caminhoneiros, motoristas, frotistas, transportadores, jornalistas e apaixonados por caminhões leves e pesados. Aqui você encontra notícias, informações, dicas e promoções para o seu dia-a-dia. Pelo 3º ano, a Iveco concorre ao Prêmio TopBlog e precisa do seu voto. Vote agora com o seu e-mail e Facebook.

Rede Comunicação
Nenhum comentário

Postar um comentário