Topo

Dormir bem reduz as chances de acidentes nas estradas

Dormir bem reduz as chances de acidentes nas estradas

Dirigir com sono pode ser tão perigoso quanto pegar o volante após beber algumas doses de álcool. A conclusão é de especialistas do 7º congresso Brasileiro Cérebro, Comportamento e Emoções, que analisaram os riscos da combinação sono e direção. O resultado comprova a sabedoria popular: uma noite de sono garante um bom dia de trabalho.
Os estudos indicam que a quantidade de horas dormidas e há quanto tempo está acordado influenciam diretamente a habilidade para guiar. Em entrevista ao Portal UOL, o neurocientista Fernando Louzada, da Universidade Federal do Paraná, afirma que o melhor remédio para o sono é, de fato, dormir. “Não há nenhuma outra recomendação que surta efeito realmente. Ar frio e música alta despertam por apenas 5 a 10 minutos, no máximo”.
A rotina do caminhoneiro envolve dirigir durante muitas horas seguidas, e com pouco tempo de pausa e descanso. Mas os números comprovam que este não é um hábito saudável. Além de facilitar o surgimento de doenças cardio vasculares, a privação do sono diminui a atenção, ingrediente indispensável para o profissional do volante. Dirigir durante 15 a 20 horas depois de ter acordado aumentam em dez vezes as chances de provocar um acidente. Já guiar de 20 a 25 horas, o risco de acidente aumenta para 60 vezes.
A boa notícia é que cochilos de 20 a 30 minutos já fazem a diferença. Mesmo durante o dia, quando o cansaço apertar, encoste o seu caminhão num local seguro e descanse. A recomendação é do Ministério da Saúde que também ressalta a importância de respeitar o horário e o local de dormir em casa. Manter uma rotina ajuda a cansar menos. Lembre-se que a carga de maior valor dentro do seu caminhão é a sua vida.

Placas de Transito do BrasilDirigir com sono pode ser tão perigoso quanto pegar o volante após beber algumas doses de álcool. A conclusão é de especialistas do 7º congresso Brasileiro Cérebro, Comportamento e Emoções, que analisaram os riscos da combinação sono e direção. O resultado comprova a sabedoria popular: uma noite de sono garante um bom dia de trabalho.

Os estudos indicam que a quantidade de horas dormidas e há quanto tempo está acordado influenciam diretamente a habilidade para guiar. Em entrevista ao Portal UOL, o neurocientista Fernando Louzada, da Universidade Federal do Paraná, afirma que o melhor remédio para o sono é, de fato, dormir. “Não há nenhuma outra recomendação que surta efeito realmente. Ar frio e música alta despertam por apenas 5 a 10 minutos, no máximo”.

A rotina do caminhoneiro envolve dirigir durante muitas horas seguidas, e com pouco tempo de pausa e descanso. Mas os números comprovam que este não é um hábito saudável. Além de facilitar o surgimento de doenças cardio vasculares, a privação do sono diminui a atenção, ingrediente indispensável para o profissional do volante. Dirigir durante 15 a 20 horas depois de ter acordado aumentam em dez vezes as chances de provocar um acidente. Já guiar de 20 a 25 horas, o risco de acidente aumenta para 60 vezes.

A boa notícia é que cochilos de 20 a 30 minutos já fazem a diferença. Mesmo durante o dia, quando o cansaço apertar, encoste o seu caminhão num local seguro e descanse. A recomendação é do Ministério da Saúde que também ressalta a importância de respeitar o horário e o local de dormir em casa. Manter uma rotina ajuda a cansar menos. Lembre-se que a carga de maior valor dentro do seu caminhão é a sua vida.

Rede Comunicação
2 Comentários
  • railisson

    não e o meu caso que sou autonomo e ja descobri um otimo remedio contra o sono,e ele se chama cama mas a empresas que ainda obrigam seus motoristas a longas jornadas e ainda alegam que não se preocupem pois o caminhão tem seguro total e que motorista se aranja outro. ou seja a vida destes profissionais nada vale.se duvidão pergunte a quem tranporta frango,frutas e legumes e pereciveis,não esquecendo o pessoal dos correios

Postar um comentário