Topo

Cuidar da saúde bucal faz bem para todo o corpo

Cuidar da saúde bucal faz bem para todo o corpo

Muita gente ainda acredita que os problemas bucais estejam limitados apenas a problemas simples, como as cáries. A falta de higiene e de cuidados essenciais com a limpeza dos dentes, e de toda a boca, é a principal responsável por doenças que vão desde uma simples gengivite até tumores.

A boca é a parte do corpo humano que mais fica exposta a infecções e traumas. Por ser uma cavidade úmida, escura, muito vascularizada, sensível a alterações orgânicas internas e repleta de microrganismos, é muito vulnerável a doenças.

A boca também serve de porta de entrada para levar problemas a outras partes do corpo. Infecções crônicas da gengiva, por exemplo, podem danificar fígado e rins. Além de outros males, como a endocardite bacteriana: infecção do revestimento interno do coração ou de suas válvulas, que pode ser desenvolvida caso o indivíduo não mantenha bons hábitos bucais.

Quem está sempre na estrada, muitas vezes tem uma vida corrida e acaba dedicando pouco tempo para cuidar da sua saúde bucal. Falta de informação e mitos fazem com que a maioria das pessoas não cuide bem da boca. Por isso fique atentos aos conselhos abaixo:

– Não use escova com cerdas duras, ao longo do tempo elas desgastam o esmalte dental e causam retração gengival, provocando a exposição da raiz do dente.
– A escovação deve ser feita sem o emprego de força, o que importa é a técnica correta e o uso de uma escova de boa qualidade.
– O ideal é que a escova dental seja trocada no máximo a cada dois meses. Escovas desgastadas fazem com que, de uma forma inconsciente, as pessoas aumentem a força.
– O creme dental usado deve ser do tamanho de uma ervilha.
– Não se esqueça de limpar entre os dentes, as cáries e doenças gengivais normalmente iniciam nestes locais.
– A escova interdental e o fio dental são ótimos para alcançar esta área.
– Bochechar com água depois de comer não tem o mesmo efeito, a água pode ter um pH ácido e atrapalhar o trabalho da saliva.

Fonte: site Saúde

Rede Comunicação
Nenhum comentário

Postar um comentário