Topo

Começam os testes de atendimento gratuito por telefone na BR-163/MS

Começam os testes de atendimento gratuito por telefone na BR-163/MS

Os testes operacionais do Disque CCR MSVia 0800 6480163, serviço telefônico gratuito que vai atender aos usuários da BR-163/MS, começaram. Até o dia 11/10, quando inicia operação 24 horas, integrado ao SAU – Serviço de Atendimento ao Usuário, o serviço vai operar em caráter de testes das 8h00 às 18h00, ainda sem dar informações sobre ocorrências na rodovia ou atender pedidos de socorro.

Segundo Cristiana Hollanda, Ouvidora da CCR MSVia, a proposta é começar a divulgação do número do 0800 para que os usuários acostumem a utilizar esse serviço antes mesmo do início da operação. Depois deste período de testes, Cristiana afirma que o serviço começa a operar de fato a partir da zero hora do dia 11/10 (meia-noite de 10/10), atendendo 24 por dia, todos os dias da semana, contando com uma equipe de oito atendentes que atuarão em regime de revezamento, dentro CCO, Centro de Controle Operacional da CCR MSVia

“A partir de 11/10, estaremos oferecendo informações das condições de tráfego ao longo dos 847 quilômetros da rodovia, atendendo pedidos de socorro, prestando orientação aos motoristas e registrando críticas, sugestões e reclamações 24 horas por dia”, destaca a Ouvidora.

O Disque CCR MSVia também contará com uma URA – Unidade de Resposta Automática, que dará informações eletrônicas das condições de tráfego sem a necessidade de contato direto do usuário com as atendentes, o que amplia a velocidade de atendimento e agiliza a prestação do serviço.

Rede de Operações
O Disque CCR MSVia integra a rede de operações instalada pela CCR MSVia para a BR-163/MS, o que envolve o Centro de Controle Operacional, o 0800, e um aparato composto por 17 Bases Operacionais, 500 colaboradores e uma frota com mais de 80 viaturas, entre elas ambulâncias-resgate, guinchos leves e pesados, viaturas de inspeção, boiadeiros e caminhões-pipa, entre outros.

Fonte: Divulgação

Iveco Brasil
Nenhum comentário

Postar um comentário