Topo

Cochilar depois do almoço faz bem ao coração

Cochilar depois do almoço faz bem ao coração

Na Espanha, o hábito de cochilar após o almoço, a sesta, costuma pegar muitos turistas distraídos. Diariamente, os comerciantes fecham as portas de seus estabelecimentos entre 1 e 3 horas da tarde. Eles é que estão certos. Segundo estudo publicado na Archives of Internal Medicine, a sesta ajuda a combater o risco de doenças cardíacas. Esse benefício é especialmente notório nos homens que trabalham.

Além disso, um time de psicólogos e neurocientistas do Allegheny College, nos Estados Unidos, avaliou os benefícios do sono diurno na recuperação cardiovascular após uma situação tensa. Os especialistas especulam que esse fenômeno seria comandado pelo cérebro, mais precisamente pelo sistema nervoso central, que é dividido em simpático e parassimpático. O primeiro acelera e o segundo coloca um freio nas funções fisiológicas. “Quando dormimos, há redução da atividade simpática, o que relaxa os vasos e diminui os batimentos cardíacos”, explica o pneumologista especialista em sono Pedro Genta, do Hospital do Coração, em São Paulo.

A curta duração de um cochilo não desmerece suas qualidades. “Em 45 minutos, é possível atingir a fase três do sono”, diz Pedro Genta. Ou seja, dá tempo suficiente de ele se aprofundar a ponto de proporcionar vantagens ao corpo.

Mas é na escuridão da noite que o cérebro secreta um hormônio fundamental para que se adormeça com qualidade: a melatonina. Mas você pode usar uma venda nos olhos para simular o descanso noturno, potencializando a ação positiva da sesta.

Fonte: Revista Saúde

Rede Comunicação
Nenhum comentário

Postar um comentário