Top

Caminhões Iveco dominam Rali Dakar em solo argentino

Caminhões Iveco dominam Rali Dakar em solo argentino

A prova de hoje foi a última em solo argentino. A quinta etapa que ligou as localidades de Chilecito (La Rioja) a Fiambalá (Catamarca) teve 265 km de corrida, nas sempre complicadas dunas de areias brancas características da região. Um terreno que, com sua adversidade, é o mais apropriado para o estilo do piloto da equipe Iveco, o holandês Gerard De Rooy. Como no segundo e quarto dia, o Iveco PowerStar (Strator-Torpedo) cruzou a linha de chegada em primeiro – desta vez- liderando a tomada de tempos do começo ao fim.

“Foi outra grande jornada para nós, pois nossos três caminhões conseguiram ficar entre as primeiras posições novamente. As primeiras dunas estavam muito difíceis, mas nossos caminhões suportaram bem graças ao motor Cursor 13 e ao excelente sistema de suspensão desenvolvida pela Iveco“, destacou o vencedor da etapa e líder da categoria caminhões desta edição 2012 da aventura off road mais arriscada do mundo.

De qualquer maneira, De Rooy está consciente de que ainda não chegou nem sequer à metade do desafio, e que o que vem em seguida é nada menos que o Deserto de Atacama. “Temos que buscar etapa por etapa e desenhar a estratégia da equipe para evitar que os rivais como o checo Loprais ou os pilotos da equipe russa Kamaz não nos deem um susto. O normal seria que os Kamaz representassem um perigo maior pelo que vimos até agora, mas parece que até o momento o vento esta soprando a nosso favor“, destacou o piloto do caminhão 502 da Iveco.

Todos os pilotos da equipe buscam o melhor resultado para a marca; Hans Stacey e Miki Biasion – do Trakker Evolution II- brigam pela liderança, metro a metro. Na chegada a Fiambalá, Biasion cruzou em terceiro à frente de Stacey, no entanto os outros integrantes da equipe, o espanhol Pep Vila acabou em nono, e o francês Adua, décimo primeiro. Ao final do dia, a organização da competição em consequência das condições climáticas (intensas nevadas, chuva e ventos fortes) obrigou as autoridades chilenas a encerrarem a etapa de fronteira (San Francisco está localizado a 4.700 metros acima do nível do mar).

A caravana do Dakar, hoje sexta feira, se dirige – por questões de segurança – até o trecho de seu próximo destino: Copiapó. Assim ficou cancelada a prova especial cronometrada prevista para o sexto dia.

Rede Comunicação