Top

Apague esse mal e pare de fumar hoje mesmo

Apague esse mal e pare de fumar hoje mesmo

Este dia 29 de agosto é marcado pelo Dia Nacional de Combate ao Fumo, uma data que reforça a importância de parar de fumar e faz um alerta à população sobre as consequências desse hábito. Hoje, o tabagismo representa um dos mais graves problemas de saúde pública, configurando-se numa epidemia que compromete, não só a saúde da população, como também a economia do país e o meio ambiente.

Em relação à saúde pode-se afirmar que o tabagismo causa mais mortes prematuras no mundo do que a soma de mortes provocadas por AIDS, cocaína, heroína, álcool, acidentes de trânsito, incêndios e suicídios. Atualmente, a cada ano o tabaco mata cerca de 3 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil estima-se atualmente que a cada ano o cigarro mate precocemente cerca de 80.000 pessoas, ou seja, cerca de dez brasileiros a cada hora.

O tabagismo é um dos principais fatores determinantes das duas maiores causas de morte por doenças no mundo e no Brasil: doenças cardiovasculares e câncer. Está associado a 30% das mortes por câncer, 90% das mortes por câncer de pulmão, 25 % das mortes por doença das artérias coronárias (infarto do miocárdio), 85% das mortes por doença pulmonar obstrutiva crônica, 25% das mortes por doença cerebrovascular (derrame), dentre outras.

No que se refere à economia, um recente estudo realizado pelo Banco Mundial estimou que o tabagismo resulta numa perda global de US$ 200 bilhões por ano em função de mortes prematuras, incapacitação, adoecimento, aposentadoria precoces e de faltas ao trabalho, sendo que aproximadamente a metade deste montante ocorre em países em desenvolvimento.

Sendo tão prejudicial a saúde, não tem motivos para você continuar se prejudicando com o cigarro. Por isso, veja algumas dicas para parar de fumar:

  • Conscientize-se dos riscos e queira parar;
  • Determine um dia para parar de fumar;
  • Substitua o cigarro por hábitos saudáveis;
  • A abstinência vai passar, e é certeza. Não desanime;
  • Evite bebidas alcoólicas temporariamente.

 

Com informações de Nabil Ghorayeb para portal Eu Atleta

Iveco Brasil