Topo

Ajude a verificar se um ônibus ou caminhão está regular

Ajude a verificar se um ônibus ou caminhão está regular

Você sabia que pode verificar se o ônibus em que vai viajar está regular simplesmente digitando a placa? Ou identificar se o caminhão que vai transportar sua mudança ou carga pode ficar retido na estrada? Pois é, o Inmetro disponibiliza um serviço que a maioria das pessoas desconhece e permite identificar se um ônibus ou caminhão estão em dia com o cronotacógrafo, mais popularmente conhecido como tacógrafo. O leigo não percebe, mas o velocímetro da maioria dos veículos de carga e passageiros é na realidade um tacógrafo, onde embaixo do visor da velocidade existe um disco, chamado de disco diagrama, onde as informações são registradas.

O equipamento registra a velocidade praticada em todo o percurso, a distância percorrida e o tempo de direção. Por isso é chamada de “caixa preta’ do transporte rodoviário. As informações geradas pelo equipamento são fundamentais na apuração de um acidente e permite realizar um trabalho preventivo, tanto por parte das empresas, controlando seus motoristas como das autoridades. Os veículos de carga com peso bruto acima de 4.536 quilogramas e os veículos de passageiros com mais de 10 lugares são obrigados pelo Código de Trânsito Brasileiro a possuir cronotacógrafo.

Para identificar possível irregularidade, basta acessar o site e digitar a placa. Caso apareça “Nenhum documento encontrado para os dados informados.”, significa que o veículo está totalmente irregular. Outras possibilidades é apresentar a informação que o documento provisório está no prazo ou vencido ou que a certificação está regularizada ou vencida.

Por isso, na hora de contratar qualquer serviço, transporte de passageiros ou carga, verifique a placa pelo site do Inmetro. Você poderá poupar muitos aborrecimentos. Para quem trabalha com transporte e sofre a concorrência desleal de quem está irregular, esse instrumento também pode ser útil na conquista de clientes. Afinal, estar com o veículo regularizado é obrigação de quem transporta e não é justo que aqueles que cumprem suas obrigações sejam prejudicados por quem anda todo errado.

Fonte: Guia do Transportador

Iveco Brasil
Nenhum comentário

Postar um comentário