Top

Água poluída mata mais que violência

Água poluída mata mais que violência

A afirmação é do Pnuma – Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, que lançou no Dia Mundial da Água um relatório, chamado Sick Water (ou Água Doente, em português), que analisa a qualidade do recurso líquido no planeta.

Segundo o documento, por ano, mais pessoas morrem por culpa da água poluída e contaminada dos rios e oceanos do que por todas as formas de violência juntas, incluindo as guerras. Só entre as crianças com menos de cinco anos de idade, o índice de mortes mundiais por doenças causadas pela má qualidade da água é de 17%. Além disso, o relatório aponta que, atualmente, mais da metade dos leitos hospitalares no mundo são ocupados por pessoas com doenças ligadas à água contaminada.

Tudo isso, de acordo com a ONU, é culpa da própria população, que despeja nos mares e oceanos, diariamente, cerca de dois milhões de toneladas de resíduos sólidos – que vêm,  principalmente, do esgoto, das indústrias e do setor agrícola e contaminam cerca de dois bilhões de toneladas de água, todos os dias. E mais: segundo o relatório, os principais culpados por essa contaminação são os países em desenvolvimento.

Segundo o relatório, os principais culpados por essa contaminação são os países em desenvolvimento

De acordo com o Pnuma, reverter completamente a situação já é impossível, mas algumas medidas podem amenizar o quadro. Entre elas:

  • proteger as áreas de terra úmida, que agem como filtros naturais do esgoto.
  • usar os dejetos dos animais como fertilizante, ao invés de despejá-los na água.
  • adotar sistemas de reciclagem de água.
  • investir em projetos multimilionários para o tratamento de esgoto.

Fonte: Planeta sustentável, Blog da Redação por Débora Spitzcovsky

Rede Comunicação