Topo

Você sabe quanto cobrar de frete por cada carga?

Caminhão Iveco Stralis

Você sabe quanto cobrar de frete por cada carga?

Existem alguns fatores que podem ajudar muito nesse momento de decidir valores. Alguns gastos, comuns a todos os caminhoneiros, podem ser determinantes para começar a fazer esses cálculos. Por exemplo: pedágio, diesel e manutenção mensal devem ser levados em conta na hora de calcular. Mas, como se calcula?

Inicie o cálculo escolhendo o veículo e levantando o seu tempo de uso, em horas, dias ou meses, despesas administrativas e o percentual de impostos pagos, além, é claro, da quilometragem rodada na viagem ou serviço.

Tendo em mãos os valores da diária e do quilômetro rodado, calcula-se a maioria dos preços de transporte.

Exemplo:

Em uma viagem São Paulo/Itú/São Paulo, em que um caminhão médio, com capacidade de 14 toneladas, roda 220 km no percurso, demora 1,5 dias na execução do serviço e gasta com despesas de viagem R$ 180. Quanto se deve cobrar?

– São Paulo/Itú/São Paulo: (Diária X Tempo Serviço + Quilômetro X Km rodado + Despesas de Viagem) X Markup.

– São Paulo/Itú/São Paulo: (216,90 X 1,5 + 0,9202 X 220 + 180,00) 1,593625.

– São Paulo/Itú/São Paulo: R$ 814,64 por viagem ou R$ 58,19 por tonelada (814,64/14).

Dicas

– Ande sempre com uma calculadora e faça esse cálculo antes de aceitar um frete;

– Use aplicativos que calculam a quilometragem. Desta forma, você consegue ter uma base de quanto vai gastar de combustível;

– Jamais aceite um frete onde você vai gastar mais que 1/3 (um terço) de combustível. As probabilidades de prejuízo aumentam drasticamente.

Gostou das nossas dicas? Caso conheça mais algum macete para este tipo de cálculo, conta pra gente nos comentários!

Fonte: 4truck e Guia do TRC

Plan B