Topo

Expectativas para o ano de 2018

Expectativas para o ano de 2018

Tudo bem, moçada? Antes de mais nada, desejo a todos um abençoado 2018!

Como sempre, iniciamos o ano com votos de paz e prosperidade. Enfim, desejando coisas boas!

 

Como o tema aqui é voltado para a vida sobre rodas e movida a diesel, falaremos de caminhões, é claro! Após a Fenatran de 2017, com muitas novidades, principalmente na categoria de caminhões leves, tivemos muitos lançamentos e mudanças nos produtos. Os que mais me chamaram a atenção foram os novos Tectors 8 e 11 toneladas, mas antes de falar das minhas expectativas sobre eles, temos que olhar para trás e ver o quanto os caminhões evoluíram.

Olhemos para os retrovisores para o ano de 1972. Foi quando a FNM lançou sua linha 180/210 – o tataravô do Hi-Way – e veja só o tamanho dos retrovisores! Isso é algo impensável num caminhão atualmente, e olha que eu cheguei a dirigir carro sem retrovisor do lado direito.

Agora, voltando aos leves, quando vi os protótipos do que temos no mercado, vi um leque de revoluções que podemos ter um pouco mais adiante, pois a engenharia na categoria de caminhões leves pensa, e com razão, em um veículo com cabine confortável e curta – afinal, a rota também será curta e o motorista voltará breve, para dormir junto à família.

O problema é que a dura realidade nem sempre vai ao encontro dos sonhos e projetos da engenharia. Nesse contexto, o novo Tector poderá oferecer uma cabine leito, já que o custo de desenvolvimento não existe, pois temos essa possibilidade nas cabines da linha.

Vi também com bons olhos que as potências têm subido – será que num futuro teremos mais potência ainda? Essa mesma expectativa vai na possibilidade de PBTC ainda maiores, como o do Eurocargo 100E21, que explora as inegáveis vantagens da plataforma baixa com capacidade de tração de 18 toneladas, além de transmissões com mais marchas. A automatização já é uma realidade.

Como disse na Fenatran, acredito que este caminhão será um divisor de águas no mercado!

Meu desejo é que o ano passe logo e eu possa ver logo o 3º trimestre deste ano! Fiquem com Deus e até a próxima!

Cristiano A. Bueno

Iveco Brasil