Topo

Descendo a serra em segurança com 5 dicas

Descendo a serra em segurança com 5 dicas

Um dos maiores desafios que os caminhoneiros enfrentam pelas rodovias brasileiras, é o controle na descida de serras. Além de possuírem os trechos mais difíceis de dirigir, as serras são também regiões com alta incidência de chuvas e neblina.

Para ajudar a vencer esses obstáculos, o Blog da Deva separou cinco dicas que vão te ajudar a ter mais segurança. Confira:

Desça sempre engrenado

Não desça a serra com o caminhão “na banguela” (sem nenhuma marcha engrenada). Isso é muito comum até entre motoristas experientes, mas é extremamente perigoso e pode causar acidentes gravíssimos. Trafegar com as marchas engrenadas evita que você perca o controle do caminhão e permite acionar com mais eficiência o freio motor.

Utilize o freio motor

Falando nele… descer a serra abusando do freio pode causar sérios problemas ao seu bruto. Utilizar o freio em excesso pode fazer com que a temperatura do disco chegue até 400 graus, alterando as características mecânicas na pastilha e no disco de freio, reduzindo a eficiência.

Faça manutenções preventivas

Manter as revisões em dia é extremamente importante para a segurança do caminhoneiro, principalmente em trechos de descida de serra. Lembre-se de verificar se os freios estão bem cuidados, se as pastilhas são novas e se os pneus estão em bom estado.

Mantenha distância dos veículos

Em todas as estradas é aconselhável manter uma distância segura do carro da frente. No caso de descidas de serra, esse espaço deve ser ainda maior.

Cuidado com a neblina

Neblina e chuva são extremamente comuns em descidas de serra, tornando o percurso ainda mais perigoso. Ao ser submetido a essas condições climáticas, o caminhoneiro deve ter atenção redobrada, reduzir a velocidade e ficar atento a todas as sinalizações.

Fonte: Blog Iveco Deva

Iveco Brasil