Topo

Cidade dos caminhoneiros

Cidade dos caminhoneiros

Caminhoneiros aparecem de norte a sul deste país, mas você sabia que existem algumas cidades que carregam no peito o título de “cidade dos caminhoneiros”! Algumas por suas festas tradicionais e outras até pelo grande número de brutos que possui.
Ficou curioso? Separamos neste post as principais e o motivo pelo qual cada uma disputa esse título.

Tabuleiro do Norte (CE)

Ouve esta: a pequena cidade de Tabuleiro do Norte possui a maior média “per capita” de caminhoneiros do Brasil! Um morador é caminhoneiro para cada 17 habitantes. Ao chegar à cidade, você irá identificar facilmente que é uma cidade para esse público.

Há uma estrutura de assistência, além de uma associação exclusiva para os motoristas. A profissão é tão forte no local, que chega a ser a principal fonte de renda da cidade.

Itabaiana (SE)

A Lei 13.044 de 2014 concedeu à cidade o título oficial de “Capital Nacional dos Caminhões”, após o projeto elaborado por Eduardo Amorim ser sancionado pela Presidente da República, Dilma Rousseff.

O título dessa também se baseia em números. São, mais ou menos, 5 mil caminhões emplacados na cidade, 5 mil caminhões registrados em outros estados, somando 10 mil caminhões para cerca de cem mil habitantes. Números impressionantes, não é?

Rondonópolis (MT)

Uma cidade que se autointitulou como a “Capital do Bitrem” só pode ser muito legal, né? São mais de 5 mil modelos de bitrem circulando no município, principalmente, nas épocas de safra, onde a frota toda é convocada!

Além disso, o município tem em seu calendário a Feira do Caminhoneiro, considerada um dos principais eventos de transporte da região Centro-Oeste.

Já passou por alguma outra cidade que deve entrar na disputa pelo título? Conte aqui para a gente. Quem sabe ela vira pauta do nosso próximo post?

Fonte: Portal das Estradas

Iveco Brasil