Topo

3 dicas para ter pneus em dia

3 dicas para ter pneus em dia

Não é preciso dizer que, na estrada, é necessário estar atento à sua segurança e a dos demais motoristas e passageiros, não é? Se você já tem o costume de fazer as revisões recomendadas pela Iveco, a checagem simples antes de cada trecho não leva mais que 15 minutos e garante uma viagem tranquila.

Além disso, você deve adotar outros hábitos de segurança como ultrapassar apenas pela faixa da esquerda, utilizar o pisca, respeitar veículos menores e manter uma distância razoável dos outros automóveis.

O pneu é uma das partes mais importantes do seu bruto quando o assunto é segurança. Afinal, esse pretinho é essencial para que o caminhão funcione em seu perfeito estado. Para entrar na estrada de 2017 com o pé direito e pneus exemplares, listamos algumas dicas que ajudarão você a cuidar dos pneus do seu caminhão e consequentemente fazer viagens mais seguras.

Vamos lá?

Faça o teste da moeda de 1 real

Um pneu instável oferece um imenso risco na estrada. Além de perder a estabilidade em freadas, pode facilitar seu estouro e causar um grande acidente. Uma dica simples para saber a hora de trocar os pneus do caminhão é colocar uma moeda de 1 real no centro da banda (parte mais grossa do pneu). Se você conseguir ver a parte dourada é o momento certo para fazer uma visita ao mecânico.

Verifique a aparência do pneu

Antes de viajar, observe se o seu pneu está careca ou se apresenta bolhas. Geralmente, as bolhas nos pneus aparecem após o atrito com buracos e a baixa pressão. Elas indicam que o quadro rígido foi danificado. Se a integridade estrutural do pneu ficou comprometida, as chances de explosão aumentam.

Controle as pressões

Sempre siga as recomendações do fabricante de pneus na hora de calibrar. E o faça somente com os pneus frios (o procedimento de esvaziá-los com pneus quentes pode causar danos a carcaça), pelo menos uma vez por semana, ou sempre antes de iniciar uma viagem. Outro ponto importante é usar calibradores aferidos e sempre utilizar as tampinhas nas válvulas.

Vale ressaltar que o prazo da manutenção para carretas é diferente da do prazo para cavalos. No caso do veículo, a Iveco especifica a quilometragem certa para a sua revisão; mas no caso da carreta, você precisa fazer uma revisão completa, olhando o sistema de freios, a suspensão, o pino-rei, o sistema elétrico e de ar, a cada retorno de viagem.

Por fim, dê mais uma olhada em outras dicas aqui no blog, compartilhe com os amigos na rede social e siga viagem!

Até logo, estradeiros!

Iveco Brasil