Topo

3 dicas para reduzir a emissão de gases e poluir menos com o seu bruto

3 dicas para reduzir a emissão de gases e poluir menos com o seu bruto

Algumas atitudes simples podem ajudar a reduzir a emissão de gás carbônico (CO2) e outros gases de efeito estufa na estrada, além de reduzir o seu custo com combustível.

Pegue o papel e a caneta para anotar três dicas indispensáveis para uma direção ecologicamente correta:

 

1 – Siga sempre o manual na manutenção preventiva

As revisões sempre devem ser realizadas seguindo o manual do seu bruto ou com ajuda mecânica especializada. Assim, você garante uma boa manutenção, o caminhão não sofrerá com paradas inesperadas e com desperdício de combustível, o que evita a emissão de gases poluentes na atmosfera.

 

2 – Cuide do óleo do seu bruto corretamente

O óleo é um componente essencial do caminhão e deve ser trocado regularmente e de maneira correta. O óleo velho ou a falta de óleo pode causar danos no motor e, assim, afetar a vida útil do seu bruto. Por isso, respeite a quilometragem recomendada pelo fabricante do seu caminhão.

O item descartado pode ser coletado pelas empresas de refinação que estiverem cadastradas na Agência Nacional de Petróleo (ANP) em vez de descartado em ambientes abertos. A atitude ajuda a não contaminar os solos e a água, além de ajudar na fabricação de novos lubrificantes, já que é um produto reciclável.

 

3 – Escolha produtos ecológicos para o seu caminhão

Um motorista deve procurar maneiras de fazer seu veículo rodar de forma mais ecológica e econômica. Um dos produtos indispensáveis para caminhões é o Agente Redutor Liquido de Óxido de Nitrogênio Automotivo (ARLA 32).

O ARLA 32 é um reagente composto por 32,5% de ureia de alta pureza em água desmineralizada, transparente, não inflamável e não tóxico, utilizado juntamente com o sistema de Redução Catalítica Seletiva (SCR) para reduzir quimicamente a emissão de óxido de nitrogênio nos gases de escape dos veículos movidos a diesel.

O reagente não é um combustível, nem aditivo de combustível, e por isso é classificado como um produto de categoria de risco mínimo no transporte de fluídos.

 

Gostou das dicas? Coloque em prática, faça uma direção sustentável e deixe o seu comentário aqui.

 

 

 

Iveco Brasil